Contato  |  Acesse outros estados:  São PauloBahia
Notícia
Suplementos: Entenda os benefícios, riscos e indicações de cada substância

FONTE: Revista Glamour | Globo.com
Publicado em: 15/05/2017

Descubra as funções do whey protein, BCAA, maltodextrina e creatina:

Suplemento é um conjunto de substâncias (vitaminas, minerais ou outros nutrientes) que servem para complementar sua dieta quando a ingestão natural desses componentes no dia a dia anda insuficiente.

Os mais conhecidos -- e procurados pelo público das academias -- são o whey protein, a creatina, o BCAA e a maltodextrina. Conversamos com duas médicas para ajudá-la a descobrir qual é a função de cada um e para quem este tipo de produto é indicado. Confira:

Em primeiro lugar, saiba que todo suplemento alimentar deve ser prescrito por um médico ou por uma nutricionista, como alerta a endocrinologista Lúcia Flávia Carpilovsky, do Hospital Adventista Silvestre, no Rio. O efeito dos suplementos não é mais poderoso no corpo masculino que o feminino: “O resultado depende de uma série de fatores como disciplina, treino e paciência além do trinômio alimentação, suplementação e sono reparador”, acrescenta a nutricionista Sabrina Albuquerque Pim, da Clínica Patricia Ormiga, no Rio.

Creatina

A creatina é um aminoácido que fornece energia durante os exercícios físicos intensos de curta duração. “O suplemento auxilia no ganho de massa muscular e deve ser tomado – idealmente – na fase de pós-treino, pois diminui a fadiga muscular e os danos causados aos músculos pelo exercício”, diz Lúcia.

Embora seja um suplemento de origem proteica, a creatina não substitui a ingestão natural de proteína (ou de qualquer outro nutriente) e, por isso, não deve ser tomada no lugar de uma refeição. E pode ser ingerida todo dia em que fizer atividade física. É importante frisar que ele não é indicado para quem não faz exercício de forma regular e que tem alterações renais ou hepáticas, já que a ingestão extra dela pode sobrecarregar os dois órgãos.

Whey Protein

O whey protein, como o nome sugere, é a proteína do soro do leite. O composto tem alto valor proteico e ajuda a dar um boost no ganho de massa muscular -- e não ajuda a perder peso, como muita gente acredita. Recomendado apenas para quem faz atividade física, ele pode ser tomado preferencialmente depois do treino, pois ajuda na recuperação muscular.

Por isso, aliás, também pode ser tomado em dia que o atleta não treina. De acordo com a endocrinologista, se o suplemento for bem utilizado com indicação e acompanhamento médico, não traz riscos à saúde. Se a pessoa for intolerante à lactose, precisa optar pelo whey isolado.

BCAA

BCAA é a abreviação de Branch Chain Amino Acids, que significa "aminoácidos de cadeira ramificada". “O nutricionista é o profissional capacitado e habilitado para prescrevê-lo”, explica Sabrina. A composição do BCAA conta com três aminoácidos essenciais que não são produzidos pelo nosso organismo: a valina, a leucina e a isoleucina.

In natura, essa tríade de substâncias está disponível apenas dentro de cadeias proteicas mais complexas, o que requer que nosso organismo as quebre durante a digestão para só então ter acesso aos aminoácidos.

A função deles? Evitar o catabolismo muscular, isto é, o uso das fibras musculares para a obtenção de energia, o que resulta em "queima" da massa. Por isso, ele também contribui para o processo de hipertrofia, o aumento da massa muscular.

O BCAA não possui efeito emagrecedor por não ser um termogênico. “Mas também não engorda. Os aminoácidos são responsáveis pela construção muscular, ou seja, não possuem calorias, muito menos carboidratos em sua composição”, explica. O BCAA pode ser tomado tanto no pré como no pós-treino, mas é importante lembrar para quem já toma whey que o produto contém BCAA em quantidades recomendadas.

Maltodextrina

A maltodextrina é um polissacarídeo, ou seja, um carboidrato complexo obtido a partir da quebra do amido ou da fécula (na sua versão mais comum, é produto direto do amido de milho). O suplemento é metabolizado de forma lenta e constante no organismo.

“Seu principal objetivo é ser fonte de energia, fornecer ou repor glicose para o corpo. Suplementos à base de carboidratos são importantes para esportistas que precisam de muita energia”, indicou a Sabrina.

Dito isso, a maltodextrina é recomendada geralmente para atletas e praticantes de atividades físicas de alto rendimento e longa duração. O suplemento supre a alta necessidade de energia para completar os exercícios. A maltrodextrina também não ajuda a definir ou emagrecer o corpo, pelo contrário, sem acompanhamento médico, ela pode provocar ganho de peso.

Seu uso é indicado tanto no pré quanto no pós-treino, dependendo do objetivo do usuário. No pré, serve como fonte de energia, enquanto no pós ela ajuda na recuperação do que foi gasto no exercício.

Desenvolvido por: EBGE - Editora Brasileira de Guias Especiais | (81) 3097.7060 | sac@ebge.com.br